h1

A Bela Adormecida

janeiro 20, 2010
Era uma vez…

Animação da Disney ganha edição especial de 50º aniversário com remasterização de som e imagem, transformando o clássico em ainda mais clássico 


NOTA:
9,5

Ainda não tive tempo suficiente para comentar todos os relançamentos da Disney – só o fiz com a remasterização em Blu-ray de A Branca de Neve e os Sete Anões. Mas, como todo clássico merece segundas, terceiras e quartas análises, é bom relembrar os primeiros e famosos sucessos da fabriqueta do Dr. Walt.

Feito em 1959, esta foi uma das primeiras animações do estúdio, oito anos após o sucesso de Cinderela (de 1951). Esta história foi baseada no conto-de-fadas escrito pelo francês Charles Perrault em 1697 – que, por sua vez, baseou sua história no conto de 1624 Sole, Luna e Talia extraído do livro Pentamerone, de Giambattista Basile.

O filme é um conto sobre um reino na França que vive sob as cercanias do castelo da bruxa Malévola. Com o nascimento da princesa herdeira, as três fadas Flora, Fauna e Primavera são convidadas para agraciar a menina com dons que a façam a mais bela e graciosa princesa de todos os tempos.

Ofendida e enciumada, Malévola aparece no batismo de Aurora para dar também suas graças à princesa. Os reis temeram que o pior pudesse acontecer vindo de tão terrível bruxa, e ela de fato não deixa por menos: impõe à pequena uma maldição que deveria tirar-lhe a vida em seu 16º aniversário, quando furaria o dedo em uma roca. Primavera, que ainda não havia dado seu dom, tenta o máximo reverter a maldição, dizendo que, ao invés de morrer, a princesa dormiria por 100 anos, e seria despertada com um beijo de verdadeiro amor.

Os reis, tementes de que a profecia se tornasse realidade, mandaram queimar todas as rocas do reino. As fadas, contudo, estavam preocupadas com o ambiente em que a menina iria crescer. Com o consentimento dos pais, elas levam Aurora para ser criada como sobrinha de três camponesas, sob o nome de Rosa.

O conto é uma história de amor clássica, na qual o príncipe deve acordar a princesa adormecida com um beijo do amor verdadeiro – ao estilo de Branca de Neve. Porém, com mais ação e suspense que a primeira animação da Disney, A Bela Adormecida é bonito, emocionante e muito bem feito.

Além de ter uma belíssima e bem trabalhada fotografia, a trilha sonora foi totalmente composta a partir de canções adaptadas do balê Sleeping Beauty, de Tchaikovsky. Por isso, o longa concorreu ao Oscar como “Melhor Ttrilha Sonora de Filme Musical”, além de uma indicação ao Grammy na categoria “Melhor Álbum de Trilha Sonora Original para Cinema/Televisão”.

Com uma produção caríssima (a mais cara desde Pinóquio, de 1940), A Bela Adormecida foi o primeiro longa-metragem animado a ser filmado em bitola 70 mm e a usar largamente os recursos do widescreen.


Titulo Original:
The Sleeping Beauty
Direção: Clyde Geronimi
Gênero: Animação
Ano de Lançamento (EUA): 1959
Roteiro: Charles Perrault, Erdman Penner, Joe Rinaldi,Winston Hibler, Bill Peet, Ted Sears, Ralph Wright, Milt Banta
Trilha Sonora: Piotr Ilitch Tchaikovsky
Tempo de Duração: 75 minutos
Com: Maria Alice Barreto (Princesa Aurora/Rosa diálogos), Norma Maria (Princesa Aurora/Rosa canções), Maurício Sherman (Príncipe Filipe diálogos), Osny Silva (Príncipe Filipe canções), Heloísa Helena (Malévola), Nancy Wanderley (Flora), Joyce de Oliveira (Primavera), Nádia Maria (Fauna), Hamilton Ferreira (Rei Humberto), Roberto de Cleto (Rei Estevão) e Selma Lopes (rainha, mãe de Aurora).

Anúncios

2 comentários

  1. Admito que aprecio muito mais a bela fotografia do que qualquer outro aspecto dos filmes de princesas Disney. Creio que somente Aladin me agradou de verdade – os demais achei apenas “bonitinhos”. Vale destacar Branca de Neve por ser o primeiro longa colorido da história, se não estou enganado. E lamento ter deixado passar A Princesa e o Sapo, com a primeira princesa negra da Disney.


  2. Pois é, esse ainda não vi! Mas com certeza está na lista!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: