h1

Oscar 2010

março 8, 2010
Os finalmentes 

Surpresas, fiascos, acertos e algumas alfinetadas no maior evento de Hollywood

Como todos já devem ter reparado, este é um blog de críticas de cinema, que analisa filmes antigos e novos, carreiras de atores e diretores dentre outras coisas. O Oscar é, feliz ou infelizmente, o grande evento do ano que coroa as nossas expectativas a respeito do que é bom ou não, ou do que merece ser premiado.

 

Nós, espectadores, infelizmente não temos participação ou influência alguma nos resultados finais da Academia. Pois se tivéssemos, alguns troféus que foram entregues ontem à noite no Kodak Teather teriam sido trocados de mãos.

Este post é meramente ilustrativo, somente para comentar o fiasco que a cada ano o Oscar tem se mostrado ser. Este ano, por mais que muita gente boa estivesse na lista de concorrentes, nunca estive tão desanimada para com os resultados. Excluindo toda a breguice típica do evento, confesso que estava torcendo para três longas, e dois deles foram eleitos. E da seleção de atores, somente um deles correspondeu àquilo que eu esperava. Comentarei a seguir somente as categorias principais.

O austríaco Christopher Waltz foi o primeiro dos vencedores que eu queria ver, vencedor de “Melhor Ator Coadjuvante” pelo excelente papel do Bastardos Inglórios de Tarantino. Ele já era favorito pela crítica, mas teve sua recompensa merecida. O vencedor da categoria seguinte foi Up, por “Melhor Animação”, o que não foi nenhuma surpresa, uma vez que também era favorito de crítica e público.

A grande revelação da noite foi a quantidade de Oscars que Guerra ao Terror ganhou 6 de 9 estatuetas, superando o favorito Avatar. O filme de Kathryn Bigelow levou as estatuetas de “Melhor Roteiro Original”, “Melhor Edição de Som”, “Melhor Mixagem de Som”, “Melhor Edição/Montagem”, “Melhor Direção” (feito histórico em 82 anos de premiação, pois ela foi a primeira mulher a vencer) e “Melhor Filme” – este último, sim, foi a maior surpresa!

Apesar de não achar que Avatar merecia levar o grande prêmio da noite, é sem dúvida um choque tanto para James Cameron quanto para todos que acreditaram (assim como eu) que a revolução tecnológica do longa seria capaz de mudar a mente da Academia. Ledo engano. 

Algumas boas notícias: prêmio de “Melhor Atriz Coadjuvante” para Mo’Nique de Precious, “Melhor Trilha Sonora” para Up e, sem dúvida a melhor notícia de todas, “Melhor Filme Estrangeiro” para O Segredo dos Seus Olhos. Vibrei! As obviedades: “Melhor Direção de Arte”, “Melhor Fotografia” e “Melhores Efeitos Visuais” para Avatar – o que, convenhamos, não faria sentido algum se não ganhasse.

O Oscar de “Melhor Ator” para Jeff Bridges por Coração Louco me foi indiferente – justamente por ainda não ter visto o filme -, apesar de achar justo, uma vez que ele é um ótimo ator, com carreira de peso. O único absurdo da noite realmente foi o prêmio de “Melhor Atriz” para Sandra Bullock. Apesar de ser favorita, não podemos jamais esquecer que ela é a Miss Simpatia, a mocinha de Velocidade Máxima e outros fiascos. É equivalente a dar um Oscar para Adam Sandler – oi, isso jamais deveria acontecer.

Um parêntesis sobre o meu desgosto com Sandra Bullock. Ela é antipática, falsa. Pode até trabalhar direitinho – mas isso não significa de modo algum que ela é uma atriz de peso. A consideração final resume bem: ela foi a primeira pessoa a ganhar (e receber!) o Framboesa de “Pior Atriz” e o Oscar de “Melhor Atriz”. Contradição?!

Sim, eu sei que a Academia precisa de rotatividade entre os vencedores – senão, nada mais justo do que premiar Al Pacino a cada produção que ele participasse. Mas Sandra Bullock? Definitivamente. É evidente que a atriz que mais merecia vencer, nunca iria: Gabourey Sidibe, por Precious. Mas sei que isso já é esperar muito de Hollywood.

Anúncios

18 comentários

  1. que implicância com a Bullock. Eu curto ela – não vi o filme, mas se atuou bem nesse, então acho válido. E eu curti também os “fiascos” – por que todos os filmes têm de ser super hiper obras de artes supremas que induzem à reflexão máxima e suprema e que só só cults irão entender?!?!?!

    OKIE, cê vai me replicar com o caso dos livros, mas até eu admito que há livros “ruins” bons.


  2. De maneira nenhuma um filme precisa ser “uper hiper obras de artes supremas” para ganharem um Oscar. Muito menos os diretores/atores.

    Um exemplo bem claro é Batman – Cavaleiro das Trevas que, apesar de ser póstumo, deu um Oscar de Melhor Ator ao Heath Ledger, e estava mais do que merecido concorrer como Melhor Filme.

    Além disso, produções absolutamente comerciais como Gladiador, Titanic, Forrest Gump, Shakespeare Apaixonado já ganharam essa categoria – apesar de ainda achar que alguns não mereciam, não por serem comerciais, mas justamente por ser, dentro da ótica hollywoodiana, filmes medianos.


  3. A academia conseguiu matar sua própria credibilidade há muito tempo, então premiar Sandra Bullock por um papel no qual ela foi premiada com o Framboesa, não me surpreende. É o capital falando mais alto que a arte.


    • Cara.. se alguém aqui ainda gosta de Sandra Bullock, eu sugiro que assista “Maluca Paixão”! O filme é literalmente um soco no baço e eu terminei por odiar ela definitivamente… Quanto ao resto da premiação, fiquei feliz pelos meus compatriotas de “O segredo dos seus olhos” pois o filme foi muito bom e o final realmente surpreende.. E era óbvio que um país em guerra que não quer acabar com sua guerra faça um filme pró-guerra e o encha de prêmios… Mais ridículo que isso, só as dancinhas de robô que eles reviveram ontem…


  4. Avatar ter perdido não mudou em nada o grande sucesso de bilheteria conquistado pelo filme. Já Guerra ao Terror ter ganhado 6 Oscars foi extremamente forte. O filme foi lançado direto em DVD aqui no Brasil, não conta com distribuidores, orçamento baixíssimo. Porém o que surpreendeu é que não é um “filme de Oscar”. Não é um filme de arte nem de entretenimento. É ação pura, é total filme de gênero e isso restringe o público.
    Muito bom o blog, Má. beijão!


  5. Sei lá o que me deu, mas achava que Preciosa ganharia melhor filme. E queria o Oscar de melhor diretor pro James Cameron. Errei feio nas predições.

    Sanda Bullock como melhor atriz é MÉH total. Superar Meryl Streep? Pff. Já Guerra ao Terror foi mesmo a maior surpresa. Deu até vontade de ver, veja bem.

    O post tá excelente!


    • Ahh o Oscar me irrita a cada ano que passa… Vou ser chata, como sempre sou e fazer um comentário bem peculiar.

      O Oscar é considerado pela Globo e pelos EUA a maior festa do cinema, como todos sabemos. Mas não podemos nos esquecer que é um festival de cinema NORTE-AMERICANO. Somente filmes de Hollywood concorrem às premiações. Milhares de filmes excelentes de outros países são deixados de lado ou apenas concorrem em UMA categoria do Oscar: Melhor Filme Estrangeiro. Além disso, a maioria dos filmes que concorrem nas categorias é porque exaltam os EUA ou a sociedade ocidental. Não assisti Guerra ao Terror, mas só pelo discurso da diretora, ganhadora do prêmio, já me deu nojo. “Dedico a todos aqueles que nos protegem e dos defendem lá fora”. PROTEGE E DEFENDE DE QUE/QUEM? Os soldados norte-americanos não estão no Iraque para defender ninguém, eles estão numa posição de agressores! Premiar Guerra ao Terror é legitimiar a ação do governo norte-americano, mas de forma subliminar.

      Enfim, grandes bilheterias não significam que o filme seja bom, apenas que a publicidade foi forte! O Oscar, para mim, está longe de ser uma premiação legítima do cinema.

      Pronto, desabafei… Desculpe a chatisse! Hehehe.


  6. AHh.. esqueci de paraenizá-la pelo blog! 😀


  7. Mary, eu não vou te recriminar porque eu também concordo com você.

    Mas acho que não só porque são filmes hollywoodianos, eles necessariamente são filmes ruins. Muitos filmes excelentes já ganharam o Oscar em anos passados.

    O que acontece com é que Hollywood está passando por uma crise de roteiros, direção e até mesmo de atuação brutal. Tanto é que atores dignos e considerados por fazerem filmes incríveis estão aceitando qualquer papel. Somente para ter no que trabalhar, o que fazer etc.

    Eu também não gosto do Oscar. Mas se os Festivais de Cannes e Berlim priorizam filmes mais cults, mais underground, não há pq recriminar Hollywood de fazer uma cerimônia que prestigie seus próprios filmes.

    Como eu falei, o problema não é o Oscar. São os filmes que estão concorrendo ultimamente. Clint Eastwood, conhecido como um dos americanóides mais ferrenhos q tenho notícia, ficou de fora por dois anos consecutivos. O que será que explica isso?

    Enfim. Que bom que gostou! Espero q volte sempre!! Hehehehe =D


  8. Eu não consegui entender como Avatar levou “Melhor Direção de Arte”. E vc achar óbvio. Depois vc me explica sua ótica? Quer saber? Acho que a única coisa boa que Cameron dirigiu foi O Exterminador do Futuro. Ele até conseguiu fazer com que o Schwarzenegger atuasse direitinho como robô…
    Quanto à Bullock não deu para entender mesmo. Não tenho nada contra ela, mas Oscar para melhor atriz? Aff… eu tenho a impressão de que Hollywood acabou por premiar a pessoa real que Bullock encarna. Ela sim fez um belo trabalho.
    O que eu gosto no Oscar é que no fim a gente acaba falando mais de cinema…


  9. eu ri kkkkkkkkkkkkk
    Meryl Streep joga boliche com suas estatuetas, o que que tem demais a Sandra ter ganho?

    “Ela é antipática, falsa. Pode até trabalhar direitinho – mas isso não significa de modo algum que ela é uma atriz de peso. A consideração final resume bem: ela foi a primeira pessoa a ganhar (e receber!) o Framboesa de “Pior Atriz” e o Oscar de “Melhor Atriz”. Contradição?!”

    1° antipática?
    2° falsa?
    3° não é atriz de peso?

    vc me fez rolar de rir com esses comentarios. Notasse que você não conhece nenhum pouco da tragetoria da Sandra. E sim, ela ganhou na mesma semana o framboesa e o Oscar…. em filmes diferentes tah? só pra esclarecer haushaushs


  10. Oi Bruna, obrigada pelo comentário!

    Fico feliz que você tenha dado risada com meu post. Quanto aos seus comentários sobre a Sandra Bullock, sugiro que você realmente assista à traJEtória dela, e depois conversamos novamente! =]

    Volte sempre!


  11. Não sou de acompanhar o Oscar,nem tanto por ser um festival norte-americano e por ter apenas a categoria Melhor Filme Estrangeiro para premiar filmes de fora. É mais por preguiça mesmo.A real é que sou obcecada com ortografia e sou chata pra caramba,então vim aqui apenas dizer: PQP,Bruna! Se você vai começar uma discussão pela internet,tenha pelo menos a bondade de escrever direito para que pessoas com insônia não venham te dizer para fazer isso,ok?
    Bom o post,Maira! 🙂


  12. Cyntia, obrigada pelo apoio! Volte sempre!! =]


  13. shuahsaushaush
    discussão Cyntia? eu xinguei alguem? rs rs
    fato que, eu sou fã da Sandra Bullock faz 13 anos, e todo fã é foda,num gosta de ver nada escrito contra ao que idealiza do ídolo. Não quis começar briga nenhuma, nem quero, só colokei o meu ponto de vista… pode ser Cyntia? Obg!

    ps:desculpem a minha traGetória hasuahus
    ps²: Não concordo com o Antipática e com o falsa por que ao seu ver ela é antipatica e falsa?

    Em relação em ser uma atriza de peso, vai muito do que se está julgando, se for na parte do drama, sim ela não é, mas na comédia, ela é uma excelente atriz.

    Volto sim, pode deixar Maira 🙂


    • Bruna, que legal que você voltou! “Discussão” boa é assim.

      Só que do mesmo jeito que você é superfã dela, eu simplesmente ainda não fui convencida. Sei que ela faz muitas comédias bem-sucedidas, e até acho os filmes divertidinhos.

      Mas a atuação e interpretação dela sempre soa um pouco falsa e antipática para mim. É como se ela estivesse sempre fazendo um esforço tremendo para entrar na pele do personagem – e isso para mim é sinal de ator fraco.

      Por isso achei tão estranho darem um Oscar de Melhor Atriz para ela, já que ela nunca fez nenhum filme com carga dramática em que atuasse bem.

      E tem gente que é assim mesmo! O Alan Rickman, por exemplo, é um péssimo ator, mas eu adoro ele mesmo assim! Vai entender, né…hahahaha


  14. shuahsaushaush
    discussão Cyntia? eu xinguei alguem? rs rs
    fato que, eu sou fã da Sandra Bullock faz 13 anos, e todo fã é foda,num gosta de ver nada escrito contra ao que idealiza do ídolo. Não quis começar briga nenhuma, nem quero, só colokei o meu ponto de vista… pode ser Cyntia? Obg!

    ps:desculpem a minha traGetória hasuahus
    ps²: Não concordo com o Antipática e com o falsa. Por que ao seu ver ela é antipatica e falsa?

    Em relação em ser uma atriz de peso, vai muito do que se está julgando, se for na parte do drama, sim ela não é, mas na comédia, ela é uma excelente atriz.

    Volto sim, pode deixar Maira 🙂


  15. haha… pois é… nada do que eu diga vai fazer vc mudar de opinião, assim como nada que vc diga vai mudar a minha 😉

    E assim seguimos, lindas e felizes hahaha

    🙂

    Boa semana!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: