Posts Tagged ‘judi dench’

h1

Victoria & Abdul

fevereiro 27, 2018

NOTA: 8,5

Se há uma coisa que Dame Judi Dench sabe fazer bem é interpretar personagens históricos. Desde sua primeira aparição como Catarina rainha da França na década de 60, ela já encarnou dezenas de figuras do passado, incluindo a amante de Henry V no épico de 89 com Kenneth Branagh, as rainhas Vitória e Elizabeth I da Inglaterra (em Mrs. Brown e Shakespeare Apaixonado), Lady Catherine de Bourgh em Orgulho & Preconceito e Miss Matty Jenkyns na excelente série Cranford. Ela retorna, aos 83 anos de idade, para reinterpretar a rainha Vitória em seus últimos dias, no ótimo e subestimado Victoria & Abdul.

Dirigido por Stephen Frears – responsável, também, pelos bons Philomena e a A Rainha, com Helen Mirren – o longa conta uma história um tanto quanto inusitada e, talvez, até mesmo desconhecida aos não britânicos: a incorporação de funcionários indianos aos serviços palaciais, incluindo o cargo de secretário pessoal. Isso só foi possível, é claro, graças ao domínio de quase 100 anos do Reino Unido sobre a Índia.

A ocasião é o jubileu de ouro da Rainha, que atrai para a Inglaterra dois jovens funcionários de classe baixa. Um deles, Abdul Karim, de modos mais arrojados, encontra o favor da monarca ao tratá-la não como uma personalidade intocável, mas como uma pessoa normal. Enquanto essa relação soa de extremo mau gosto aos demais serviçais reais – por ele ser um estrangeiro, indiano, de cor, muçulmano e, nas palavras dos próprios personagens, um “comum” –, a rainha se sente cada vez mais próxima ao jovem rapaz, passando a maior parte do tempo ao seu lado, aprendendo a falar o idioma urdu, redecorando alas do palácio de acordo com a moda indiana e trazendo-o ao seu círculo de relações pessoais – o que na época era absolutamente impensável.

Aos poucos, a Rainha deve quebrar o casulo de vidro com o qual a cercam, como se ela fosse somente governante e não mais um ser humano, e tratando-a como uma velha senil incapaz de tomar decisões por conta própria. Lembrando que a Era Vitoriana foi um dos períodos de maior avanço econômico do Reino Unido, tendo passado vitoriosamente por uma Revolução Industrial e saído não só mudado, como positivamente fortalecido.

Vemos, então, uma senhora de idade que precisa de companhia, e anseia por alguém com quem compartilhar novas experiências, por mais tolas que sejam. A fragilidade física não chega a comprometer o caráter forte daquela mulher notável que, após perder seu amado marido Albert, nunca mais se sentiu totalmente completa. E Victoria & Abdul é muito hábil em mostrar tudo isso, toda a complexidade de um personagem tão poderoso e ao mesmo tempo tão vulnerável.

O roteiro de Lee Hall – baseado nos documentos recentemente encontrados do verdadeiro Abdul Karim – consegue captar esses momentos de intimidade entre a rainha e seu novo secretário, deixando dúvidas até mesmo sobre um envolvimento romântico. O elenco de apoio também faz um bom trabalho, especialmente os dois rapazes indianos, Ali Fazal e Adeel Akthar, que expressam tanto a incerteza da posição conquistada quanto à falta de protocolo tão característica da família real britânica.

Objetiva e cativante, a relação de Victoria & Abdul foi um deleite de se ver. Mas mais do que isso, Victoria & Abdul é divertido. Com pitadas do melhor humor britânico, que aparece em pequenas doses nos lugares certos, o filme brilha até mesmo entre aqueles indicados ao Oscar de Melhor Filme – e é uma pena que este não tenha entrado já que é uma história mais merecedora do que alguns dos concorrentes ali.

Além do desempenho sempre na mosca da magnífica Judi Dench, que representa com perfeição a Vitória aos 81 anos, a própria história contada parece relevante nos dias de hoje, quando não só a família real está passando por grandes mudanças de protocolo com a jovem princesa americana, mas também por colocar, novamente, temas como o racismo à mesa, fazendo questão de ressaltar alguns períodos não tão gloriosos de sua História.

Título Original: Victoria & Abdul
Direção: Stephen Frears
Gênero: Biografia e drama histórico
Ano de Lançamento (EUA): 2017
Roteiro: Lee Hall
Trilha Sonora: Thomas Newman
Fotografia: Danny Cohen
Tempo de Duração: 1h51
Com: Judi Dench (rainha Vitória), Ali Fazal (Abdul Karim), Tim Pigott-Smith (Sir Henry Ponsonby), Eddie Izzard (príncipe Bertie), Adeel Akhtar (Mohammed), Michael Gambon (Lorde Salisbury), Paul Higgins (Dr. Reid), Olivia Williams (Lady Churchill), Fenella Woolgar (Miss Phipps) e Simon Callow (Puccini).

Anúncios